IMPERADORES E PRESIDENTES DO BRASIL

Estimulado por um amigo, interessado também ele em reviver fatos históricos relacionados com o exercício de gestões que marcaram o desenvolvimento social e político do País, confesso que me entusiasmei pela ideia e, sem preocupação de ordem didática, decidi aceitar o desafio que levou à edição deste livro. Estabelecidos os critérios para execução do trabalho e consciente das dificuldades que seriam certamente encontradas, fiz no primeiro momento, um levantamento experimental das circunstâncias que conduziram o Brasil à sua Independência, das personalidades que afinal influenciaram e possibilitaram esse acontecimento e seus desdobramentos no tempo.

Reportando-me a episódios que muitas vezes nos escapam, mergulhei no passado distante até chegar aos conflitos envolvendo a Inglaterra, a França e Portugal, suas consequências históricas para o Brasil e para os brasileiros.

Nas voltas que o mundo dá, em 1807 Napoleão Bonaparte, juntamente com seu poderoso exército comandado pelo General Jean-Andoche Junot, invadiram Portugal contribuindo indiretamente para a implantação de um novo “status” político no Brasil. A fuga de D. João VI, da família real e de numerosas figuras da Corte portuguesa para a Colônia, determinou a criação de uma Monarquia Constitucional que se alongaria até a Independência em 1822 e à Proclamação da República em 1889. Dessa forma, inicia-se a partir dai com as cinco fases desse novo Brasil: a República Velha (1889-1930), a Era Vargas (1930-1945), a República Populista (1945-1964), a Ditadura Militar (1964-1985) e a Nova República (1985-2016). 

O trabalho de pesquisa para este tomo, como em todos os outros até aqui realizados e reunidos em obras por mim editadas, teria sido certamente mais penoso sem a participação interessada e desprendida de amigos e companheiros envolvidos, em suas horas livres, no levantamento de informações recolhidas em diversas fontes que me subsidiaram com dados pertinentes aos detentores do poder. A pesquisa inicia-se no período monárquico e vai até os dias atuais. São incluídos nesse trabalho dados biográficos de Imperadores e Imperatrizes e de Presidentes da República do Brasil no período de 1889 a 2016.

As figuras dos Vice-Presidentes, Presidentes da Câmara Federal e do Senado, Presidentes do STF – Supremo Tribunal Federal completam o registro a que nos propusemos e que sem eles seria incompleto, cobrindo todos os espaços pretendidos para esta edição.

Este livro foi redigido com abordagem de terceira pessoa, colocando-se o autor como um observador e captador das informações históricas recolhidas nas diversas fontes e obras consultadas.

Permiti-me, no entanto, algumas vezes como testemunha de episódios e estudioso de suas repercussões, registrar como primeira pessoa, sempre com destaque em negrito informações paralelas ao tema abordado. Nesses casos, a responsabilidade do que foi escrito é por mim assumida.

Iniciamos os trabalhos tendo como referência a publicação “Presidentes do Brasil – de Deodoro da Fonseca a FHC”, elaborada pela Universidade Estácio de Sá, de São Paulo, organizada e coordenada por Fábio Koifman, no ano de 2002. Nela estão elencados dados sobre quarenta e três executivos pesquisados1.

Para completar a procura, usamos a WIKIPÉDIA2, para a confirmação das biografias de Luiz Inácio “Lula” da Silva e Dilma Rousseff, com isso completando quarenta e cinco titulares da Presidência da República, até 2016.

Download

Nenhum comentário ainda

Faça um comentário